Estelar

Um termômetro da alma

Publicado em 25/09/2017, às 12h20 | Atualizado em 25/09/2017, às 12h29

Por Carol Leão

A partir dos quatro elementos é possível definir os temperamentos: colérico, sanguíneo, melancólico e fleumático / Foto: reprodução

A partir dos quatro elementos é possível definir os temperamentos: colérico, sanguíneo, melancólico e fleumático Foto: reprodução

Astrologia não é só estudo de signos, planetas e movimentos. Antes de analisar a influência dos planetas e seus aspectos na sua vida, o astrólogo parte do cálculo do temperamento para avaliar que tipo de ações e reações são as mais características da sua personalidade. O cálculo do temperamento tem como base a filosofia aristotélica, que definiu 4 tipos de elementos básicos presentes na terra: fogo, ar, terra e água. A partir dessa divisão, a astrologia, ao longo dos séculos, trabalhou em quatro tipos de temperamentos diferentes que estão ligados à presença ou ausência de fogo, ar, terra e água no seu mapa natal. Daí, surge a definição de quatro tipos básicos de temperamento: colérico, sanguíneo, melancólico e fleumático.

4 tipos básicos de temperamento

O fogo é quente e seco e está ligado ao Sol e marte e aos signos de fogo. Áries, Leão e Sagitário são, portanto, signos de fogo e integram o que chamamos de personalidade colérica. O fogo é quente e, assim, expansivo. A falta de umidade, ou seja, a secura, se relaciona ao determinismo desses signos, que podem ser autoritários e impulsivos. Se há uma predominância de signos de fogos em seu mapa, a tendência é que você se comporte de forma colérica: expansiva, alegre, entusiasmada, generosa mas também explosiva e dramática. O temperamento colérico resume uma personalidade com muita determinação e necessidade de reconhecimento, podendo ser bastante dependente emocionalmente.

O colérico gosta de desafios e pode extrapolar seus limites. O ideal é que faça atividades para equilibrar e energia e mantenha-se sempre hidratado. Banhos de mar, cachoeira ou banho frio mesmo ajudam a minimizar os efeitos do temperamento colérico: o famoso sangue quente. A ausência de fogo, porém, pode tirar a motivação, autoconfiança e determinação. Quem tem escassez de fogo não gosta muito de correr riscos e tem dificuldade em ser espontâneo, procurando controlar melhor suas emoções e investimentos, principalmente se houver mais terra no mapa natal.

O ar é quente e úmido e está ligado aos planetas júpiter e vênus e aos signos de ar (Gêmeos, Libra e Aquário). O ar é quente mas não tem a secura do fogo, logo tem mais flexibilidade e se ajusta melhor as mudanças, principalmente de ideais. Os signos de ar contam com a qualidade da umidade e fazem parte do temperamento sanguíneo. São expansivos, alegres, conversadores, gentis, sorridentes e agregadores. Gostam de compartilhar suas ideias e se abrem com mais facilidade, sem se impor de forma mais autoritária, como os signos de fogo. Os sanguíneos, porém, podem sofrer com a falta de foco. São muito adaptáveis e precisam se aprofundar nos temas que trabalham, pois correm o risco de não conseguir terminar o que fazem ou se perder em diversos caminhos.

Cálculo do temperamento indica o tipo de personalidade que mais lhe caracteriza Carol Leão

Já a falta de ar num mapa traz dificuldades com a interação social ou a comunicação de suas próprias ideias. Assim como os coléricos, os sanguíneos precisam de atividades físicas, mas que estimulem a concentração, como ioga ou artes marciais. Devem ser manter hidratados e evitar, como os coléricos, bebidas e comidas quentes, assim como o hábito de fumar. Os banhos frios, de mar, piscina e cachoeira, também equilibram os sanguíneos, cujo principal problema é a instabilidade emocional.

A terra é fria e seca e o planeta relacionado a essa qualidade é saturno. Os signos de terra são Touro, Virgem e Capricórnio. Eles integram o chamado temperamento melancólico. São o oposto dos signos de fogo e ar. Como signos da qualidade fria, são reservados, muitas vezes tímidos ou mais cautelosos e prudentes. Não costumam entrar em parcerias ou trabalhos que corram riscos. Os melancólicos não se adaptam facilmente. Terão, aliás, dificuldade de mudar e se adaptar sempre que alguma coisa nova chegar até ele. O frio está associado ao inverno e, portanto, à retenção, ao cuidado, ao recolhimento, à reserva. O excesso de terra no mapa garante uma personalidade muito cautelosa. São pessoas que precisam testar e experimentar na prática aquilo que estão investindo. Não sobra muito tempo para a fantasia no temperamento melancólico. A realidade e tudo que é possível a partir de experiências concretas é a motivação do melancólico.

Por outro lado, a necessidade de segurança material e emocional os envolve num humor que tende à depressão ou fadiga e desmotivação. Os melancólicos precisam praticar exercícios que estimulem a criatividade e o universo simbólico, como música e artes visuais. A escassez de terra num mapa, porém, resulta numa personalidade que pode ter muita dificuldade de realização de suas metas, sobretudo se o elemento dominante for ar ou água. São pessoas que podem abandonar facilmente seus projetos se não sentirem resultado imediato ou que tendem a uma visão mais idealista que, no final das contas, não é possível de ser executável. Exercícios de caminhada ou jardinagem são indicados para quem tem falta de terra.

A água é classificada como fria e úmida e a lua é o planeta associado a essa qualidade. Os signos de água são Câncer, Escorpião e Peixes e eles integram a personalidade fleumática. Assim como a terra, à qual se complementam, os signos de água são reservados e menos expansivos que os de fogo e ar, ou seja, coléricos e sanguíneos. Também buscam a segurança emocional. Mas essa segurança está muito ligada ao controle dos sentimentos. Como signos da qualidade úmida, são extremamente adaptáveis e muitas vezes sugam os humores do convívio social, o que pode os deixar suscetíveis a opiniões e críticas. Os fleumáticos são reativos. A frieza está ligada à contração, ao contrário do quente, que é expansivo. Por isso, a tendência é que os signos de água reajam de forma pessoal às informações externas. Devem trabalhar a reatividade.

São signos que tem dificuldade de colocar seus sentimentos de forma pública e interiorizam bastante o que estão sentindo. Os fleumáticos devem aprender a se comunicar melhor e exercícios como psicodrama ou terapias e exercícios em grupo os ajudam a socializar melhor. No entanto, a escassez de água num mapa pode dificultar o contato com os sentimentos mais íntimos. São pessoas que resistem muito a se aprofundar nos seus problemas, sobretudo se o elemento dominante for o ar. Para elas, o contato com água, em exercícios como natação, ou a ligação com o universo artístico, sobretudo o cinema, as estimulam a desenvolver seu lado mais sensível.


*As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do NE10

Estelar Carol Leão Carol Leão é jornalista e fez doutorado em sociologia. Estuda mitologia e literatura desde criança mas há 8 anos se dedica com exclusividade à astrologia. Ama tarô, estrelas, fotografia, arquitetura moderna e estelar. Mantém a página Nau Astrologia e Cultura no Facebook.. carolinaleaorecife@gmail.com

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo