Dia Mundial do Cuscuz: A iguaria que conquista paladares e foi reconhecida como Patrimônio Imaterial da Humanidade

Presente especialmente na mesa dos nordestinos, o cuscuz é um dos principais pratos da culinária brasileira

O alimento originário do Norte da África atravessou o Mar Mediterrâneo rumo à Península Ibérica e só depois chegou à América, onde ganhou variações e marcou a cultura

A iguaria é tão marcante que foi declarada como Patrimônio Imaterial da Humanidade pela Unesco em 2020. A agência reconheceu não apenas o prato, mas também os saberes e práticas da produção e consumo em torno do cuscuz


Ou passe os stories para mais novidades. Sua escolha, seu conteúdo! 👀 🔍
IR PARA NE10.COM.BR

"Essa inscrição conjunta de um patrimônio compartilhado ilustra até que ponto o patrimônio cultural imaterial pode ser um assunto sobre o qual os Estados se reúnem e cooperam (…) aproximando-os por meio das práticas e saberes que têm em comum", anunciou a Unesco à época

"O cuscuz é muito mais que um prato, é um momento, memórias, tradições, gestos que se transmitem de geração em geração", argumentaram Argélia, Marrocos, Mauritânia e Tunísia, países que requisitaram o reconhecimento do prato

Cuscuz Gigante

E, para celebrar o Dia Mundial do Cuscuz, a TV Jornal vai levar a cuscuzeira gigante ao Parque Da Cidade, em Jaboatão Dos Guararapes, no sábado, dia 24 de março. O evento tem oferecimento São Braz, Ovos São Luis e Mauricéa e apoio da Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes

Ler Mais

Saiba mais sobre a a origem do cuscuz

Ler Mais