Questão de pele

A naturalidade é sempre a chave do segredo

Publicado em 28/06/2018, às 22h38 | Atualizado em 28/06/2018, às 22h57

Por Claudia Magalhães

 / Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

Nos dias de hoje, devemos ressaltar que o desejo por uma expressão facial saudável e com "um frescor" vai muito além da vaidade. Um rosto bem cuidado interfere na autoestima, no bem-estar e na qualidade de vida de uma grande parte das pessoas.

Vale a pena enfatizamos que o rejuvenescimento não está baseado na exclusão total das rugas e das linhas de expressão e nem tampouco na interferência impactante das expressões faciais de todos aqueles que buscam estes tratamentos antiaging. O que mais queremos atingir é uma melhora sim, mas sempre preservando a naturalidade. Este é o segredo principal da moderna dermatologia. É a naturalidade que transmite harmonia, jovialidade e tudo isso está associado diretamente à beleza de uma maneira mais verdadeira.

Os exageros nos procedimentos estéticos realizados em rostos de muitas celebridades vistas nas revistas, na televisão e na internet geraram, compreensivelmente, uma imagem errônea e até um certo temor, com relação aos resultados de diversos tratamentos que atualmente podemos disponibilizar aos nossos pacientes. As tecnologias e os produtos disponíveis recentemente são bastante modernos e seguros, além de serem completamente a favor da beleza e juventude, tanto das mulheres como dos homens. No entanto, se torna fundamental que eles sejam utilizados de forma absolutamente correta.

Neste ponto é muito importante destacarmos que nem os rostos mais belos que conhecemos, principalmente nas diferentes formas de mídias existentes ou mesmo das pessoas do nosso dia a dia, possuem uma perfeita simetria. A naturalidade também está em mantermos algumas dessas assimetrias, considerando que a correção de uma parte delas, nos pacientes de diferentes idades, traz resultados muito efetivos e satisfatórios. Outro ponto a ser destacado é que nada nas nossas vidas pode ser como uma "mágica". Este tipo de tratamento facial deve ser feito step by step, ou seja, passo a passo, quando podemos quase "esculpir" um rosto mais harmônico.

Também se torna imprescindível para alcançar esses bons resultados na busca do rejuvenescimento e da sua prevenção ou ainda, nos pacientes bem jovens que desejam corrigir pequenos defeitos ou realmente ficar mais bonitos, contar com um médico dermatologista qualificado, muito bem treinado e atualizado. Quanto aos custos, também cabe ao médico ou ao seu staff planejar de uma maneira, que seja possível que os pacientes sejam submetidos a esses tratamentos, até porque, eles não precisam ser realizados nunca ao mesmo tempo. Podemos fazer tratamentos com períodos mais prolongados, atingindo objetivos semelhantes. Outra verdade a ser ressaltada é que esses tipos de tratamentos devem ser um hábito adquirido para sempre, considerando tanto a rotina de cuidados diários em casa, assim como os protocolos realizados no consultório dermatológico.

Os tratamentos faciais devem começar com uma avaliação cuidadosa da pele, para a definição do conjunto de procedimentos que podem ser realizados para se obter os objetivos desejados. Após essa avaliação, a pele deve ser preparada para receber os tratamentos, o que pode incluir também uma limpeza de pele e os peelings mais superficiais. Com a pele bem cuidada, podemos indicar as melhores opções de terapias, inclusive as terapias combinadas, com a utilização dos diferentes tipos de lasers; a aplicação da toxina botulínica; dos diversos preenchimentos disponíveis; dos estimuladores do colágeno; dos fios de sustentação, dentre outras várias técnicas e tecnologias.

Desta maneira, podemos concluir que é o dermatologista, o médico mais capacitado para fazer essas orientações mais corretamente e indicar sobre todas as possibilidades de intervenção, para que haja a conquista de uma expressão naturalmente mais jovial e bela!


*As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do NE10

Questão de pele Cláudia Magalhães Com Registro de Qualificação de Especialista (RQE) nº 1951, é formada pela Unicamp, onde fez residência médica, é especialista em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). É membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e Fellow da Sociedade Americana de Dermatologia (AAD) e da Sociedade Americana de Laser (ASMLS). Seu número de registro no Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) é o 11.769.. recepcao.claudiamagalhaes@gmail.com

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo