Calendário

2ª fase do Vestibular 2013 da UFPE deverá ser nos dias 13 e 14 de janeiro

Publicado em 22/10/2012, às 12h48 | Atualizado em 21/07/2014, às 09h00

Do NE10Com informação de Luiza Freiras, direto da reitoria da UFPE

A 2ª fase do Vestibular 2013 da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) - inicialmente prevista para os dias 2 e 3 de dezembro - será realizada nos dias 13 e 14 de janeiro de 2013. A informação foi divulgada após reunião entre o reitor da instituição, Anísio Brasileiro, e o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, para adequar o texto do edital do vestibular às novas regras da Lei de Cotas. A data de abertura das inscrições, porém, ainda será anunciada.

A data da 2ª fase precisou ser adiada em função do atraso na regulamentação da Lei de Cotas por parte do Governo Federal, que só aconteceu na segunda-feira da semana passada, dia 15 de outubro. Ainda não se sabe, no entanto, o novo número de vagas disponíveis após a adequação à lei. A UFPE informa que cancelou os 10% de incentivo (bônus) na nota dos estudantes egressos de escola pública.

Também ficou decidido que na próxima quinta-feira (25) haverá uma nova reunião entre o reitor e o conselho para decidir especificamente a aplicação das cotas para os cursos do conjunto de engenharias. Atualmente, os estudantes do CTG cursam o ciclo básico durante um ano e, de acordo com o ranking de notas, podem optar pela área que querem seguir. O conselho precisa decidir se a reserva de vagas para os cotistas será feita no ingresso à universidade ou após o término do cilco básico.

Apesar da Lei de Cotas determinar que as universidades devem reservar pelo menos 12,5% de suas vagas para alunos cotistas ainda nos vestibulares deste ano, na UFPE esse número será de 15,4%. O cálculo da distribuição foi feito sobre o número de vagas total que a UFPE dispõe, sendo necessário fazer o arredondamento para que não houvesse um número quebrado de vagas para cotas.

'Com esse percentual, vamos atingir os 50% mais rápido', concluiu a pró-reitora para assuntos acadêmicos da UFPE, Ana Cabral, em referência ao prazo de quatro anos que as univesidades têm para reservar metade de suas vagas para cotistas. Assista ao vídeo com a pró-reitora da UFPE abaixo.

ADEQUAÇÃO - A lei 12.711 (Lei de Cotas), sancionada em 29 de agosto, prevê que as universidades e os institutos técnicos federais reservem, no mínimo, 50% das vagas para estudantes que tenham cursado todo o ensino médio em escolas da rede pública, com distribuição proporcional das vagas entre negros, pardos e indígenas.

Em seu primeiro ano de vigência, a lei prevê a reserva de 12,5% das vagas, por curso e turno, para cotistas. Esse percentual deverá crescer ano a ano até atingir, em 2016, o montante de 50% das vagas oferecidas nos processos seletivos das instituições federais de ensino mantidas pelo Ministério da Educação (MEC).

Inicialmente, a projeção é que a UFPE oferte, no próximo ano, 6.961 vagas nos cursos de graduação. Como a lei federal determina que pelo menos 12,5% das vagas sejam destinadas a egressos de colégios públicos já em 2013, a instituição deve reservar 870 vagas para esse público no próximo vestibular.
A primeira etapa do vestibular da UFPE é o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcado para os dias 3 e 4 de novembro.

PALAVRAS-CHAVE: vestibular

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

Vitrine NE10
Fechar vídeo