Greve

Professores da Universidade Federal do Ceará iniciam paralisação

Ne10
Ne10
Publicado em 18/05/2012 às 17:09
Leitura:

Os professores da Universidade Federal do Ceará (UFC) não aderiram à greve nacional. Os professores associados ao Sindicato dos Docentes da UFC (Adufc) decidiram convocar nova assembleia para apreciar as propostas negociadas com o governo federal até 31 de maio. Segundo o vice-presidente da Adufc, professor Ricardo Thé, caso o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão não envie uma proposta "digna de apreciação", os professores da UFC já tem uma assembleia marcada para 5 de junho.

Em nota, a Adufc de antemão já descarta a decretação de uma greve para 5 de junho. "Nossa categoria, aqui no Ceará, tradicionalmente não indica uma greve sem a aprovação em plebiscito, estabelecendo, assim, a vontade e compromisso da maioria", esclarece Ricardo Thé. Mas ele lembra que "a greve é uma ferramenta de pressão legítima e pode muito bem estar colocada à mesa dependendo das propostas que o governo federal nos apresentar".

Mais lidas