Questão de pele

Microneedling: reeditado o tratamento antigo

Publicado em 06/04/2015, às 07h57 | Atualizado em 06/04/2015, às 07h59

Por Cláudia Magalhães

No último Meeting da Academia Americana de Dermatologia, ocorrido no mês passado em San Francisco (EUA), um dos tratamentos lançados que fez o maior sucesso foi o Microneedling. Essa é uma ideia antiga de tratamento da pele, que se renovou bastante nos últimos anos e, assim, voltou a ser reeditado de maneira bem mais efetiva.
 
Microneedling ou Indução Percutânea de Colágeno é um novo procedimento de rejuvenescimento da pele, minimamente invasivo, que implica na utilização de dispositivos que contêm agulhas muito finas. Essas micro-agulhas são utilizadas para perfurar e criar mínimas lesões na pele da área tratada. Dessa maneira, cada uma dessas micro-agulhas cria um micro-canal que, em última análise, estimula o nosso organismo a preencher esses pontos microscópicos na nossa pele, favorecendo-se a formação de novas fibras de colágeno e de elastina na região. Através dos processos de neovascularização e da formação desse novo colágeno, há uma melhora da textura da pele e da sua firmeza, bem como uma redução das cicatrizes, do tamanho dos poros, e auxilia também no tratamento de lesões como as estrias.

Recentemente foram lançados muitos dispositivos e sistemas para a realização desse tipo de procedimento e eles variam em diversos quesitos, inclusive em relação ao diâmetro e ao comprimento das micro-agulhas. Geralmente as micro-agulhas são bem curtas, tendo um comprimento de 0,5 a 3,0 mm, dependendo da área ou do dano a serem tratados. De qualquer forma, o Microneedling pode ser realizado no consultório do dermatologista apenas com a ajuda de um creme anestésico. Ele pode ser feito em áreas da pele onde não é tão adequado para se ter muita descamação ou mesmo serem submetidas a um tratamento à Laser, como, por exemplo, ao redor dos olhos e da boca, e, muitas vezes, as mãos e o colo. O procedimento é bem tolerado pelos pacientes e tem um tempo de recuperação mínimo. Ele ainda pode ser facilmente personalizado para adequar as necessidades de cada paciente e de cada área tratada!

É preciso mencionar que algumas sessões de tratamentos podem ser necessárias. O número de sessões depende da área a ser submetida ao tratamento e também existem variações de paciente para paciente. Estrias e cicatrizes profundas em geral irão precisar de um maior número de sessões quando comparadas com as rugas finas, poros dilatados ou quando o objetivo é obter uma melhora da textura, viço e tônus da pele. Um intervalo de 4 a 8 semanas entre as sessões poderá ser normalmente recomendado.

Esse tratamento ainda pode ser realizado em associação com outros vários tipos de Lasers, concomitantemente ou em tempos separados. E o mais interessante em tudo isso é que, quando o Microneedling é utilizado para o rejuvenescimento da pele da face, pescoço e colo, diversos ativos tais como os fatores de crescimento e vários tipos de séruns antiaging vão ser extremamente melhor absorvidos pela pele tratada, naquilo que já temos realizado amplamente no sistema de Drug Delivery - entrega de substâncias para a pele mais profundamente e de forma mais eficaz. 

Para concluir, podemos dizer que essa nova versão do Microneedling é um método seguro de tratamento de rejuvenescimento da pele, que pode ser realizado em diferentes tons da pele (desde a pele clara até a pele morena ou mesmo, na pele negra) e que vem trazendo resultados muito animadores, especialmente quando ele é feito combinado a muitas outras bem sucedidas terapias antiging disponíveis nos dias de hoje.

*As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do NE10

PALAVRAS-CHAVE: questão de pele notícias

Questão de pele Cláudia Magalhães Formada pela Unicamp, onde fez residência médica, é especialista em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). É membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e Fellow da Sociedade Americana de Dermatologia (AAD) e da Sociedade Americana de Laser (ASMLS). recepcao.claudiamagalhaes@gmail.com

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

Vitrine NE10
Vitrine NE10