Questão de pele

Xampu sem sal: mito!

Publicado em 17/07/2015, às 10h12 | Atualizado em 17/07/2015, às 10h18

Por Cláudia Magalhães

 / Foto: CanStock

Foto: CanStock

Quem nunca se deparou vasculhando prateleiras em busca do rótulo “SEM SAL” no xampu que atire agora a primeira pedra! Nada demais, se a fama de “salvador da pátria” do “sem sal” fosse verdadeira. De fato, essa tese envolve dois mitos: 1 - não existe xampu sem sal; 2 – o sal, quando usado nas concentrações adequadas, jamais terá qualquer influência negativa na estética dos cabelos. O que vemos é uma inversão da preocupação principal da questão.

Ao invés de observarmos os ingredientes do produto, voltamos a nossa atenção apenas para a FALTA de um deles - o cloreto de sódio, mais conhecido e chamado de sal. Observe a propaganda dos supostos xampus sem sal e verá a informação em letras bem pequenas "não há adição de cloreto de sódio (NaCl)". O cloreto de sódio, com a fórmula molecular NaCl, é o mesmo sal da nossa culinária ou da água do mar, mas não tem nada a ver com xampus com ou sem sal.

A indústria coloca essa informação nos rótulos porque as fórmulas dos xampus que, em geral, contêm mais de 40 ingredientes, geram sal através de reações químicas entre os seus componentes. Há uma máxima repetida entre os especialistas:"Xampu sem sal é como uma fruta sem açúcar".

A indústria cosmética desenvolveu agentes de limpeza sintéticos para limpar os cabelos e o couro cabeludo, conhecidos como “surfactantes”. Qual a função desses agentes? Higienizar, retirando o óleo e a sujeira dos cabelos e do couro cabeludo. Os surfactantes grudam e arrastam a sujeira durante o enxague dos xampus. Um fato curioso e que pode explicar essa “confusão” sobre a presença do sal nos xampus é que o principal surfactante deles é o lauril sulfato de sódio.

O lauril é um limpador excelente, mas sozinho não dá viscosidade ao xampu e nem produz espuma na hora de lavar. É aí que entra o cloreto de sódio! Um sal que dá consistência mais firme ao produto. A quantidade do sal, no entanto, tem um limite a ser usado nas suas fórmulas, pois, ao mesmo tempo, ele dá uma boa consistência, mas pode deixar os xampus muito pegajosos e novamente com um toque desagradável.

Além do cloreto de sódio, as fórmulas desses produtos contêm outros agentes limpadores que ajudam o efeito do lauril sulfato de sódio, tornando-o mais suave e viscoso. É importante lembrar, nesse ponto, que outros componentes menos importantes do xampu também t^^em sódio na sua molécula. Tudo isso vai reagindo quimicamente dentro do frasco e ocorre a formação de cloreto de sódio.

Mas isso, de novo, não produz nenhum mal para os fios de cabelo. Apesar do NaCl ter carga elétrica positiva e os fios de cabelo lavados terem carga elétrica negativa, eles não se atraem ao usar o xampu, de forma a danificar os fios dos cabelos, por causa dos agentes hidratantes incluídos nas fórmulas. Formados por moléculas de força, os hidratantes ligam mais com a queratina do cabelo e com a cutícula do fio do que o próprio sal. Por isso, essas substâncias hidratantes entram nas partes destruídas e ressecadas dos fios do cabelo, promovendo a sua recuperação. 

O pulo do gato nas fórmulas dos bons xampus é exatamente o hidratante, que tem a função de não deixar que o sal se deposite durante a lavagem e, ao mesmo tempo, impedir que o cloreto de sódio externo resseque os nossos fios! Portanto, quando você for vasculhar as prateleiras para comprar produtos para cuidar do seu cabelo, esqueça o “sem sal” e valorize outras substâncias como os hidratantes. Mas não precisa se angustiar... Todos os bons xampus têm excelentes substâncias hidratantes nas suas fórmulas.

*As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do NE10

Questão de pele Cláudia Magalhães Formada pela Unicamp, onde fez residência médica, é especialista em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). É membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e Fellow da Sociedade Americana de Dermatologia (AAD) e da Sociedade Americana de Laser (ASMLS). recepcao.claudiamagalhaes@gmail.com

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

Vitrine NE10
Vitrine NE10