Questão de pele

Dez dicas essenciais para cuidar da pele durante o Carnaval

Publicado em 20/02/2017, às 16h57 | Atualizado em 20/02/2017, às 17h18

Por Cláudia Magalhães

Tomar muita água durante os dias de folia no Carnaval também faz parte dos cuidados com a pele / Foto: Pixabay

Tomar muita água durante os dias de folia no Carnaval também faz parte dos cuidados com a pele Foto: Pixabay

Na correria da folia, alguns cuidados com a saúde da pele e do corpo acabam sendo deixados de lado. No entanto, com medidas simples e práticas, você pode prolongar a sua diversão e pular o Carnaval até o último minuto, sem que nada lhe atrapalhe ou estrague essa alegria. Então, nada melhor do que dicas fáceis para fazer parte de um "pequeno manual de sobrevivência" para estes dias de muita folia. Confira: 

1) Fique alerta quanto ao material das fantasias

Na hora de escolher a sua fantasia, se a mesma inclui muitos tecidos e acessórios, use a sua criatividade para adaptá-la para essa estação, que está mais quente do nunca. Evite tecidos sintéticos e apertados, que podem causar irritações ou até mesmo, alergias. Prefira roupas de algodão, sempre bem leves e mais claras.

2) Cuidado com os sprays de espuma

Fiquem ligados! Sprays de espuma, geralmente contêm várias substâncias tóxicas. Em contato com a pele, eles podem causar inúmeras formas de alergias e, se inalados, podem provocar rinite e asma. Ainda podem causar conjuntivite, se atingirem os olhos. Em caso de contato com a pele e/ou com os olhos, a dica é lavar a área abundantemente com água corrente.

3) Evite usar maquiagem de adulto nas crianças

Melhor não arriscar neste quesito! Os cosméticos de adultos têm substâncias químicas para maior fixação, que podem provocar dermatites de contato - placas vermelhas, prurido, edema, descamação e até mesmo, crostas, na pele dessas crianças. Vale lembrar ainda, que existem maquiagens próprias para os pequenos.

4) Cremes calmantes para as pernas

Existem diversos cremes e loções que possuem substâncias calmantes e cicatrizantes, e que são excelentes para relaxar as pernas ao final do dia de folia. Outra dica fundamental é, ao chegar em casa, colocar as pernas para cima, para ajudar no retorno venoso.

5) Bolhas nos pés? Calma, não deixe elas acabaram com a sua festa

A melhor dica neste caso, é nunca furar essas bolhas! Calma, pois elas irão se romper sozinhas e haverá o processo natural de cicatrização da pele. E, até lá, evite sapatos fechados e não volte a usar aqueles que machuquem o mesmo local anteriormente machucado. O melhor mesmo é usar sapatos abertos e bem confortáveis. Não use também, pela primeira vez, um sapato ou mesmo uma sandália, em um dia de pura folia, quando você vai andar e pular muito.


Por outro lado, existem vários tipos de curativos (comprados nas farmácias) que irão proteger os locais das bolhas, bem como irão facilitar a sua cicatrização. Se houver piora das lesões, aconselhamos consultar o seu dermatologista.

6) Frutas cítricas não combinam com sol

Muito cuidado se você for manipular frutas cítricas durante a exposição solar! Mesmo se você der aquela “lavadinha” nas mãos, é possível e muito provável que surjam manchas marrons ou bolhas nas mãos, braços e até mesmo, no rosto. Estas lesões são chamadas de fitofotodermatose e muitas vezes, são difíceis de serem tratadas.

7) Não esqueça o protetor solar. Mesmo!

Aplicar o protetor solar faz muita diferença e a sua pele vai reconhecer o seu esforço. O fator mínimo de proteção deve ser FPS 30. Para o rosto, o fator pode ser FPS 50 ou mais, para garantir que nada atrapalhe a sua folia. Além disso, reaplique o filtro solar pelo menos, a cada 2 a 4 horas e também não esqueça de usar viseiras, chapéus, bonés e óculos.

Para quem esquecer de aplicar e reaplicar o filtro, a solução é o uso dos produtos pós-sol. Há diversas loções que hidratam, acalmam e restabelecem a barreira lipídica da pele, impedindo a descamação e a irritação cutânea e ainda, proporcionam uma sensação bastante refrescante. No entanto, é muito importante lembrarmos que o dano que o Sol causa à pele, estes produtos pós-sol não vão conseguir reverter. A radiação solar atinge o DNA das células, o que pode causar mutações, gerando as manchas, o envelhecimento e inclusive, o câncer de pele.

8) Não esqueça o protetor labial

Se vai passar batom, utilize sempre aqueles que têm protetor solar na sua composição. Alguns fatores aumentam o aparecimento do herpes labial, e entre eles, vale salientar a exposição solar intensa. Portanto, não esqueça nunca de aplicar e reaplicar o protetor labial, com pelo menos FPS 15 ou 30, durante todos os dias de folia.

Os homens ainda são os que mais desenvolvem o câncer labial inferior, porque eles aderem muito menos à utilização dos protetores nos lábios.

9) Cuide dos pés e multiplique os dias de folia

Se você cuidar bem da saúde dos seus pés, eles vão para as ruas sem reclamar, todos os dias do Carnaval. Mas, se você não o fizer, eles vão pedir socorro! Para aliviar os pés cansados e doloridos, uma dica maravilhosa é o escalda-pés. Ele pode ser feito com produtos específicos à base de ureia e óleos minerais diluídos em água morna durante 20 minutos, proporcionando uma sensação de bem-estar imediata.

10) Hidrate-se por dentro e por fora

A transpiração excessiva acarreta a perda de água e dos sais minerais. Por este motivo, além de beber bastante água, sucos naturais e água de coco durante as 24 horas da folia de Carnaval, recomendamos também borrifar água termal na pele da face e do corpo, pois ela é capaz de hidratar e equilibrar o pH cutâneo. As águas termais são ricas em sais minerais e oligoelementos, o que confere a elas, uma ação anti-inflamatória, cicatrizante, além de ajudar no combate aos radicais livres sobre a nossa pele. Elas podem ser usada em qualquer tipo de pele e várias vezes ao dia. Quando estão geladas, dão uma sensação calmante e bem refrescante.

A água termal auxilia ainda a diminuir a oleosidade da pele. Aplique-a gelada, antes da maquiagem, pois ela vai reduzir os poros e aquele aspecto oleoso. Além de tudo, isso pode fazer com que o seu make de Carnaval dure muito mais tempo!
*As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do NE10

Questão de pele Cláudia Magalhães Com Registro de Qualificação de Especialista (RQE) nº 1951, é formada pela Unicamp, onde fez residência médica, é especialista em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). É membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e Fellow da Sociedade Americana de Dermatologia (AAD) e da Sociedade Americana de Laser (ASMLS). Seu número de registro no Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) é o 11.769.. recepcao.claudiamagalhaes@gmail.com

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo