Questão de pele

Face, corpo e alma no outono

Por Cláudia Magalhães

Temperaturas mais amenas e menor intensidade do sol durante todo o outono beneficiam uma recuperação mais rápida da pele / Foto: Free Images

Temperaturas mais amenas e menor intensidade do sol durante todo o outono beneficiam uma recuperação mais rápida da pele Foto: Free Images

Estação com índices mais baixos de raios ultravioleta, o outono é ideal para a realização dos tratamentos de pele, tais como os peelings químicos e os lasers. Por ser entre duas estações que podem, mais frequentemente, danificar a nossa pele, o outono é uma oportunidade maravilhosa de repor o que o verão causou e, ainda, de preparar a pele para o inverno. Melhorar a textura e o tônus da pele, tratar das manchas do rosto, usar ácidos mais potentes ou eliminar gordurinhas mal localizadas, celulites ou as estrias podem ser algumas das suas necessidades mais imediatas.

O verão com muito sol, calor, praia e piscina é encantador pra curtir, mas maltrata muito a pele e os cabelos, muitas vezes deixando manchas, lesões vasculares, desidratação intensa, no caso da pele, e, nos cabelos, uma ausência completa de brilho, ressecamento e mudança da cor dos fios e pontas duplas. As temperaturas mais amenas e a menor intensidade do sol durante todo o outono beneficiam uma recuperação mais rápida da pele e a redução dos riscos do aparecimento de manchas e de outros efeitos indesejados, logo após esses tratamentos que irritam mais a pele - em especial, os lasers fracionados ablativos e não ablativos.



Esta é uma época ideal para incluir formulações à base do ácido retinóico na sua rotina domiciliar, que vai atuar na remodelação e estímulo do colágeno da derme (segunda camada da pele), assim como, na melhora da coloração e viço da superfície cutânea. Quando associados aos ativos clareadores, os resultados são ainda mais rápidos e efetivos, deixando a pele mais preparada para os outros procedimentos realizados no consultório dermatológico. A pele desvitalizada, sem hidratação e brilho pode ser tratada com vários ativos emolientes em casa. Bem como, pode ser feita a aplicação do ácido hialurônico na sua forma de Skinbooster, que hidrata de dentro para fora, além de atenuar as rugas finas e proporcionar uma melhora do seu viço.

Das quatro estações, o outono e o inverno são as mais propícias para a realização dos tratamentos estéticos que necessitam de um mínimo de exposição ao sol e ao calor logo após a realização. É o caso dos peelings químicos, dos diversos tipos de lasers com parâmetros mais potentes ou, até mesmo, para o clareamento de manchas como sardas ou efélides ou até mesmo, do melasma. Todos esses procedimentos são recomendados não somente para rosto, mas também para o pescoço, o colo, as mãos e, inclusive, para as manchas das pernas e dos braços.

Todos eles estão muito mais eficientes nos dias de hoje. Frequentemente usamos alguns produtos específicos, durante ou logo após os diferentes tipos de lasers, com o efeito de Drug Delivery. Ou seja, uma entrega mais profunda e mais efetiva de vários ativos para a pele, com ação antioxidante, estimuladora das fibras colágenas e elásticas, clareadoras, dentre outras várias funções para otimizar os resultados e diminuir consideravelmente o tempo de recuperação da integridade da pele.

Vários desses tratamentos podem e devem ser realizados no mesmo dia ou até mesmo, de uma forma sequencial, a fim de que neste programa de terapias combinadas, possamos alcançar os resultados mais eficazes, num menor espaço de tempo possível. Além desses tratamentos, a realização da toxina botulínica, dos preenchimentos e dos fios de sustentação seguem em alta no outono/inverno.

Outra dica bem coringa para todas as estações é o uso dos protetores solares, mesmo nos dias nublados e chuvosos, típicos do outono, onde a emissão dos raios ultravioletas é ininterrupta e tão danosa para a pele, apesar de ser bem menos percebida, devido à ausência do calor. Portanto, o filtro solar com fator mínimo de proteção 30 é indispensável, mesmo no seu dia a dia.

Considerando principalmente a pele do corpo, nestes dias mais frios do ano, lembre-se que uma providência básica é evitar os banhos muito quentes. A temperatura alta da água ocasiona um maior ressecamento cutâneo, porque remove a camada lipídica que é uma proteção natural da pele. O ideal é utilizar sempre água morna e usar sabonetes glicerinados com pH fisiológico, ou ainda aqueles indicados para bebês. Antes do final do banho, uma opção excelente é aplicar os óleos para banho, que serão removidos com uma última chuveirada. Além disso, a aplicação dos cremes ou loções hidratantes, 1 a 3 minutos após o término do banho, estão super indicados.

A esfoliação nesta época do ano deve ser mais suave, pois os esfoliantes retiram as células mortas da camada superficial da pele. No entanto, nas peles extremamente desidratadas, ela pode ressecar ainda mais. Se este for o seu caso, evite o uso dos esfoliantes, enquanto a pele se mantiver sem uma hidratação adequada. O intervalo entre uma esfoliação corporal e outra, não deve ser menor do que 15 dias. Já no rosto, se você tem a pele oleosa, a esfoliação pode ser feita uma ou duas vezes por semana.

Os tratamentos para gordura localizada, celulite, flacidez e estrias em diferentes áreas do corpo, estão super em alta, não somente quando lançamos mão dos diferentes equipamentos de laser, radiofrequência ou ultrassom microfocado, mas também, associando vários produtos injetáveis, inclusive o ácido poli láctico e a hidroxiapatita de cálcio, que são extremamente ativadores do colágeno e muito eficazes para otimizar os resultados desses tratamentos corporais.

Os cuidados com o seu cabelo no outono devem ser reforçados não apenas para recuperar os danos ocasionados durante o verão. É importante focarmos não somente na revitalização e na reestruturação das hastes dos fios, bem como na sua coloração, com a utilização de xampus, condicionadores, máscaras e leave-in adequados, além de precisarmos avaliar a necessidade da reposição de vitaminas e oligoelementos, essenciais para a saúde capilar. Podemos realizar ainda tratamentos com lasers, LEDs (Luz Emitida por Diodo) e radiofrequência associada ou não ao microagulhamento de ouro para que o couro cabeludo e, consequentemente, os cabelos se tornem mais saudáveis.

Não perca mais tempo e aproveite esta segunda metade do outono a fim de que você chegue no inverno, com a pele da face e do corpo mais bonita e bem cuidada, sempre mantendo pensamentos positivos, um sorriso no rosto e muita energia para iluminar cada momento da sua vida. Os dias desta fase do ano são mais cinzentos, no entanto, a sua alma deve estar constantemente iluminada!


*As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do NE10

Questão de pele Cláudia Magalhães Com Registro de Qualificação de Especialista (RQE) nº 1951, é formada pela Unicamp, onde fez residência médica, é especialista em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). É membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e Fellow da Sociedade Americana de Dermatologia (AAD) e da Sociedade Americana de Laser (ASMLS). Seu número de registro no Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) é o 11.769.. recepcao.claudiamagalhaes@gmail.com

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo