Cozinha do Gaúcho

Costela na pressão sem água, é só colocar tudo na panela

Publicado em 30/11/2017, às 11h42 | Atualizado em 30/11/2017, às 11h47

Por Eduardo de Azevedo

 

Costela na pressão é um prato rústico, prático, muito saboroso e não requer grandes habilidades culinárias / Foto: Eduardo de Azevedo

Costela na pressão é um prato rústico, prático, muito saboroso e não requer grandes habilidades culinárias Foto: Eduardo de Azevedo

Costela na pressão sem água (isso mesmo, sem água) é um prato rústico e muito gostoso. O melhor que é superprático e não requer muitas habilidades culinárias. É a típica receita de “preguiçoso”. Só colocar na panela e esperar cozinhar.

O segredo de cozinhar na panela de pressão sem uso de água está na técnica de deixar o alimento cozer no seu próprio líquido (tanto da carne como dos legumes). Quando você coloca sal num alimento antes de estar cozido, ele desidrata e libera o líquido.

Confesso que, quando fiz pela primeira vez, fiquei por demais desconfiado e morrendo de medo que a panela explodisse (rsrsrsrs). Pois não explodiu e o resultado foi uma grata e deliciosa surpresa.

Costela na pressão sem água é um prato rústico. Por isso, nada mais apropriado que ser servido com um maravilhoso pirão. Mas quem não gosta, é só servir com o molho que se formou. É bom do mesmo jeito. Apenas deixe reduzir um pouco para que o molho fique mais grossinho.

Para a opção do pirão, observe bem o preparo. Para a quantidade de molho que se formou, eu usei 1/3 de xícara de farinha de mandioca. Mas isso pode variar. Então nunca coloque toda a farinha de uma vez. Acrescente aos poucos e vá mexendo. Se você sentir que já obteve a textura que deseja, não acrescente mais. O pirão não deve ficar muito grosso. Bom apetite!

Ingredientes

1 ½ kg de costela bovina não muito gorda
4 cebolas médias cortadas em rodelas grossas
4 tomates cortados em rodelas grossas
2 pimentões cortados em rodelas grossas (eu usei um amarelo e um vermelho. Mas isso fica a critério de cada um. Pode ser pimentão verde)
4 dentes de alho amassados
1/3 de xícara de farinha de mandioca
Sal a gosto
Pimenta-do-reino a gosto

Como fazer

A costela deve ser acomodada em uma camada de cebola e outra de tomate e depois coberta pelos legumes. O cozimento se dará com o líquido que será liberado

A costela deve ser acomodada em uma camada de cebola e outra de tomate e depois coberta pelos legumes. O cozimento se dará com o líquido que será liberadoFoto: Eduardo de Azevedo

Tempere com sal a costela (eu usei ela partida em seis pedaços, mas pode ser inteira se couber na panela de pressão. Essa receita foi feita numa de 6 litros de capacidade). Reserve.

Corte as cebolas, os tomates e os pimentões em rodelas grossas. Esmague os dentes de alho. Reserve.

Forre o fundo da panela de pressão (6 litros) com metade das cebolas e, por cima, coloque metade dos tomates. Acomode, em seguida, a costela. Faça uma nova camada de cebola, coloque o alho, os pimentões e finalize com o restante dos tomates.

Feche a panela de pressão (sem água mesmo. A carne vai cozinhar no próprio líquido e no dos legumes). Leve ao fogo baixo. Quando começar a chiar, conte 30 minutos.

Retire a pressão e abra a panela. Prove e corrija o sal. Tempere com pimenta-do-reino e deixe cozinha sem a tampa por mais cinco minutos.

Retire a costela e reserve. Faça o pirão com o molho ainda no fogo baixo. Acrescente, aos poucos, 1/3 de xícara de farinha de mandioca. Mexa bem para que não se formem grumos de farinha. Deixe engrossar e desligue.

Sirva o pirão sobre a costela ou leva à mesa como acompanhamento.

Receita atende seis pessoas


*As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do NE10

Cozinha do Gaúcho Eduardo Azevedo é considerado pelos amigos como o gaúcho mais pernambucano que eles conhecem. É formado em jornalismo pela Unisinos, em São Leopoldo/RS, e foi adotado por Pernambuco faz 25 anos. A cozinha é uma das suas paixões.. gaucho.azevedo@gmail.com

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo