SSA3

No último dia do vestibular seriado da UPE, trânsito atrapalha feras

Publicado em 12/11/2012, às 09h21 | Atualizado em 21/07/2014, às 06h35

Do NE10

Diferente da manhã do domingo (11), quando o pouco movimento nas ruas ajudou para que quase não houvesse atrasos, o início desta segunda-feira (12) foi de tensão para muitos estudantes que fazem o Sistema Seriado de Avaliação (SSA) da Universidade de Pernambuco (UPE). Com o trânsito, muitos feras não conseguiram chegar a tempo de entrar em seus locais de prova, como um grupo de quatro adolescentes que moram em Sirinhaém, Litoral Sul de Pernambuco.

LEIA MAIS:

» Manhã de trânsito complicado na Avenida Caxangá

» Segundo dia do vestibular Seriado da UPE terá mais questões

» Dois estudantes com celular são eliminados do vestibular seriado da UPE

» UPE divulga gabarito do primeiro dia do vestibular seriado

» Pernambuco e Família foram os temas da redação do vestibular seriado da UPE

Mesmo saindo de casa às 5h desta segunda-feira, um grupo de alunos do terceiro ano que mora em Sirinhaém - Litoral Sul do Estado, a 79 km do Recife - não encontrou abertos os portões da Faculdade de Ciências da Administração de Pernambuco (Fcape), no bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife. Caroline Pereira (17), Jaciane Élen (16), Érica Rodrigues (18) e Maurício Júnior (18) estudam juntos na Escola de Referência Doutor Eurico Chaves, em Sirinhaém.

'Pegamos muito trânsito em Suape. Teve até batida no meio do caminho, aí a gente se atrasou' lamentou Jaciane, que tentaria uma vaga no curso de nutrição. O grupo veio ao Recife com o pai de Caroline, Everaldo Pereira, guarda municipal de 39 anos. Todos os quatro estudantes vão agora se concentrar no vestibular tradicional da UPE, que acontece nos próximos dias 25, 26 e 27.


Instantes antes dos portões serem fecahdos, estudantes corriam para conseguir entrar nos locais de prova (Fotos: Luiza Freitas/NE10)

Até estudantes que moram no Recife foram prejudicados pelo trânsito, que estava bastante congestionado nas proximidades da Fecape e da Escola Politécnica de Pernambuco (Poli), ambas na Madalena. Neste último local, pelo menos três estudantes perderam a hora.

Um minuto antes do fechamento do portão da Poli, muitos estudantes ainda corriam para entrar no prédio. Uma adolescente quase não conseguia passar pelo portão, que já estava sendo fechado (assista ao vídeo abaixo), chegou chorando e precisou ser acalmada pelos fiscais.

Para evitar esse tipo de transtorno, a comerciante Lenilda Maria dos Santos, de 50 anos, acordou a filha Raíssa Adriele, de 16, às 5h30. As duas moram no Barro, Zona Oeste do Recife e chegaram à Escola Politécnica, que também fica Zona Oeste da cidade, às 7h. 'Ontem a gente veio de carro, mas hoje, como é segunda-feira e eu sabia que ia ser esse trânsito, preferi acordar mais cedo e vir de táxi', explica Lenilda, que fez companhia à filha que quer fazer Odontologia durante uma hora antes do início da prova.

PROVAS - Nesta segunda-feira os alunos respondem a 58 questões de biologia, química, física, história, geografia e sociologia. No domingo foram 42 questões de matemática, português, literatura, língua estrangeira (inglês ou espanhol) e filosofia, além da redação. O aluno tem até as 12h45 para terminar as provas e preencher o gabarito.

SSA - O Sistema Seriado de Avaliação foi adotado pela primeira vez em 2008. Ao final dos três anos do ensino médio, os estudantes fazem uma avaliação com o conteúdo correspondente ao seu ano letivo. Do total de 3.470 vagas que a UPE oferece, 694 são reservadas aos alunos que fizeram as três fases do SSA.

PALAVRAS-CHAVE: vestibular upe

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo