NE10
Pernambuco - 25.04.14 - Atualizado às 03h26

Sertão // VIOLÊNCIA

Homem puxa orelha do filho e arranca pedaço em Venturosa

Publicado em 26.07.2012, às 07h46

Do NE10 Núcleo SJCC/ Caruaru

Uma criança foi parar no hospital, na noite da terça-feira (24), após ter sido agredida pelo pai, no município de Venturosa, no Sertão de Pernambuco.

Um menino de 8 anos teve um pedaço da orelha arrancada após um puxão dado pelo pai. A criança foi levada ao Hospital Dom Moura, no município de Garanhuns, no Agreste Meridional do Estado, onde foi socorrida. Após o atendimento, o menino foi liberado.

A motivação da agressão não foi divulgada. O fato não foi denunciado à polícia.

Compartilhe essa notícia

DIGG NEWSVINE STUMBLE WINDOWS LIVE GOOGLE FACEBOOK MYSPACE
Comente esta matéria
validador 

Cadastre-se! Esqueceu a senha? O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. Para participar, é preciso ser cadastrado no Portal.
De: Vicente Henrique- 26/07/2012 17:22

Cadê o famigerado "Estatuto da Criança e do Adolescente" que não comparece quando se trata de defender uma criança vítima de maus tratos? Sabem por quê? É simples: o tal do ECA só se manifesta para defender crianças e adolescentes bandidos (assassinos, usuários e traficantes de drogas)! Está mais do que provado que esse "Estatuto" só faz prejudicar a sociedade refém desses meliantes. E prejudica principalmente os próprios bandidinhos, pois lhes confere poder e imunidade diante dos delitos praticados por eles. Nenhum país do mundo existe um Estatuto como esse; só mesmo nesse Brasil, onde os políticos legisladores (deputados e senadores) não servem pra nada e ainda roubam o cidadão descaradamente. O Congresso Nacional é tão prejudicial à sociedade quanto esse famigerado Estatuto! Só nos resta dar uma resposta nas urnas VOTANDO NULO EM TODAS AS ELEIÇÕES! Nada mais podemos fazer além disso. Acreditem!!!

De: TATY- 26/07/2012 17:01

PRIMEIRO ARRANCA UM PEDAÇO DA ORELHA, DA PRÓXIMA ELA MATA!!!

De: Alguém notificou o caso?- 26/07/2012 15:41

Foi só isso? Após o atendimento, o menino foi liberado... Tá, ninguém notificou à polícia, mas os profissionais que prestaram atendimento notificaram esse caso ao Conselho Tutelar? Nenhum tipo de violência deve ser naturalizado, ainda mais quando essa violência é utilizada como estratégia pedagógica com fins educativos. Precisamos deixar claro que os pais de uma criança, ao conceberem que tem o pátrio poder sobre este indivíduo, não estão autorizados a violentá-la!

especial

Derrepente virtual

Derrepente virtual

Produzido por concluintes do curso de Jornalismo da Católica, especial mostra como a literatura de cordel sobrevive na era virtual.

Sistema Jornal do Commercio de Comunicação
© Copyright © 1997-2014, SJCC - Sistema Jornal do Commercio de Comunicação - Recife - PE - Brasil
Grupo JCPM