IRREVERÊNCIA

Em Belo Jardim, homens e mulheres invertem papéis na noite que antecipa a Festa das Marocas

Publicado em 12/07/2012, às 17h12 | Atualizado em 21/07/2014, às 19h30

Do NE10Núcleo SJCC/ Caruaru

Tradicionalmente, a noite que antecede o início da Festa das Marocas, no município de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, é reservada para a irreverência. Neste ano de 2012 não será diferente. Homens se vestem de mulher e as mulheres de homem para se divertiram na quadrilha Soró Sereno.

Segundo o responsável Josenilton da Silva, o grupo completa 42 anos de existência e foi criado por meio de uma brincadeira entre as marocas Maria José, Zélia Franklin e Conceição Augusta. Atualmente, a drilha tem 20 componentes e, assim como a Festa, homenageará a fundadora Zélia Franklin e Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.

Ainda segundo Josenilton, o número de casais que participa da Soró Sereno dobra na noite da apresentação. “A dança é animada e divertida e todos podem participar”, promete o organizador.

A dança acontece na Av. Dep. José Mendonça Bezerra, no Centro do município.

PALAVRAS-CHAVE: festa

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.