NE10
Pernambuco - 24.04.14 - Atualizado às 05h20

novo restaurante

Junto com o RioMar Shopping, Outback abre as portas no Recife nesta terça

Publicado em 29.10.2012, às 06h03


5d859215bda28b26e80e144e491da9cc.jpg
Clássicos como as Billy Ribs, costelinhas suínas com molho da casa, chegam à capital pernambucana
Fotos: Milenna Gomes/NE10

Milenna Gomes Do NE10

Centenas de quilômetros já não mais separam recifenses de um Outback. A espera foi longa e muitas viagens a outros estados – e por que não países? - foram feitas para matar a vontade das comidas do lugar. Mas a partir desta terça-feira (30), com a abertura da primeira unidade no Estado, no lançamento do Shopping RioMar, no bairro do Pina, no Recife, clássicos como a cebola gigante frita (Bloomin’ Onion) e as costelinhas suínas (Billy Ribs) poderão ser saboreados perto de casa.

http://www2.uol.com.br/JC/outback1.jpg ENTRADA O pão adocicado servido com manteiga feita na casa é grátis

Há 15 anos no mercado brasileiro, a rede (de tema australiano, mas americana) de restaurantes Outback coleciona fãs nos 11 estados onde tem loja. A chegada à capital pernambucana representa para a marca, em expansão no Brasil, a importância de Recife nos cenários gastronômico e turístico. A unidade do RioMar já nasce grande: são 600m² de área e capacidade para 260 pessoas. O cardápio é o mesmo e promete fazer o sucesso de sempre.

http://www2.uol.com.br/JC/outback2.jpgBLOOMIN' ONION Tradicional cebola frita não faltou no cardápio de Recife

Tem identidade a comida do Outback. De tão exclusivas e gostosas, algumas preparações nem são chamadas pelo nome no menu. O pão de sabor adocicado e servido gratuitamente a todos os clientes é facilmente reconhecido, apenas, como “pão do Outback”. Ele chega ainda quente à mesa para ser degustado com uma manteiga feita na cozinha do restaurante. Aliás, quase todas as matérias primas das preparações são produzidas nas lojas. A “cebola do Outback” (R$30,50), provavelmente um dos pratos de mais fama da rede, é crocante e farta. Dividida em fatias, vem junto a um molho levemente picante e serve bem um grupo de amigos famintos.

http://www2.uol.com.br/JC/outback3.jpg VARIEDADE Saladas, carnes, massas, frutos do mar e sanduíches preenchem o menu

Outro aperitivo bastante famoso são as suculentas “costelinhas de porco do Outback”(R$30,50) que, acompanhadas de batata frita, desprendem do osso e desmancham na boca como nenhuma outra.  Não raro é possível encontrar na internet inúmeras tentativas de reprodução dessas receitas. O restaurante ainda oferece opções de carnes com cortes especiais, massas, saladas, peixes e frutos do mar, sanduíches e um menu infantil. Drinks especiais estão na carta de bebidas ao lado de vinhos, cerveja, chopp (na caneca congelada), chá gelado e refrigerante. Esses dois últimos com direito a refil grátis.

Tanto as entradas quanto as sobremas são desses pratos agregadores: generosos, podem e devem ser comidos a mais de uma mão. Porque essa é a proposta do Outback: comida gostosa e muita.

HISTÓRIA DE SUCESSO – Como muitos nordestinos em busca de uma vida melhor e financeiramente compensadora, aos 18 anos Jarmeson Elinaldo da Silva deixou a família e tudo o que conhecia no distrito de Cruzes, em Panelas, Agreste de Pernambuco, para arriscar a sorte em São Paulo, em 1994. Começou a trabalhar como ajudante de garçom em um restaurante italiano e depois de fazer carreira em um Outback voltou para o Estado proprietário da loja recifense da rede. “Foi preciso dedicação e comprometimento. Em toda dificuldade eu vi uma oportunidade para crescer”, ensina.

http://www2.uol.com.br/JC/outback4.jpg DE GARÇOM A DONO Pernambucano de Panelas é proprietário do novo Outback

Antes de se tornar “outbecker”, como são chamados os integrantes do estabelecimento, Jarmeson abriu uma pizzaria que logo faliu. Estava determinado a voltar para a terra natal a fim de vender móveis quando um amigo lhe falou da vaga no Outback. Foi garçom, treinador de garçons, coordenador de plantão, assistente de gerente, gerente geral e, enfim, após longos nove anos, proprietário.

Só não estava mais orgulhoso ao circular pelo novo empreendimento em noite para convidados nesse sábado (27) do que a mãe, que não parava de chorar. Ele deixa a receita do sucesso: “A maior virtude do ser humano é ajudar as pessoas. Sempre me coloquei no lugar dos outros para entender a dificuldade de cada um. Hoje eu cuido de todos eles (funcionários) e nunca vou deixar de ser quem eu sou”.

Serviço

Outback Recife - RioMar Shopping
Endereço: Avenida República do Líbano, 251, Pina
Horário de funcionamento: de segunda à quinta-feira, das 12h às 15h e das 18h às 23h; sexta-feira das 12h às 15h e das 18h à 1h; sábado das 12h à 1h; domingos e feriados das 12h às 23h. Billabong Hour: de segunda a sexta (exceto feriados) das 18h às 20h.
Abertura para almoço a partir de 4 de novembro.

Compartilhe essa notícia

DIGG NEWSVINE STUMBLE WINDOWS LIVE GOOGLE FACEBOOK MYSPACE
Comente esta matéria
validador 

Cadastre-se! Esqueceu a senha? O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. Para participar, é preciso ser cadastrado no Portal.
De: Claudinéia- 05/02/2013 10:38

Adoro ir ao Outback, a costelnha com batata frita é uma delicia, a entrad então com o pãozinho e a mantega de búfala,hummmm já até aprendi a fazer em casa, recomendo é show... Parabéns equipe Outback pelo atendimento também, é tudo de bom e mais um pouco...

De: Claudineia- 05/02/2013 10:36

Adoro ir ao Outback, a costelnha com batata frita é uma delicia, a entrad então com o pãozinho e a mantega de búfala,hummmm já até aprendi a fazer em casa, recomendo é show... Parabéns equipe Outback pelo atendimento também, é tudo de bom e mais um pouco...

De: lalá- 15/11/2012 06:00

O grande problema da gastronomia nesse país é o salário, paga-se muito ruim,O cozinheiro ganha realmente uma "miséria", faz tudo para agradar e recebe um salário muito ruim. É muito rotativo essa área por causa disso,falta mão de obra no mercado, etc.. etc ..

Publicidade



especial

Largos e Pátios - pedras que contam a história

Largos e Pátios - pedras que contam a história

No aniversário das cidades, o portal convida a um passeio pelos pátios do Recife e largos de Olinda

Sistema Jornal do Commercio de Comunicação
© Copyright © 1997-2014, SJCC - Sistema Jornal do Commercio de Comunicação - Recife - PE - Brasil
Grupo JCPM