Básica

Inep divulga cronograma do Censo Escolar 2013

Publicado em 08/04/2013, às 11h57 | Atualizado em 20/07/2014, às 13h05

Do NE10Com informações do MEC

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou, na última sexta (5), o cronograma para coleta das informações que vão compor o Censo Escolar da Educação Básica de 2013. A pesquisa será feita em duas etapas por meio de questionários eletrônicos em todo o território nacional.

O Sistema Educacenso estará aberto a partir do dia 29 de maio para recebimento de dados sobre as escolas brasileiras, que deverão ser fornecidos até 31 de julho. O gestor ou responsável pela escola e também o responsável pelo sistema educacional informatizado da unidade estão habilitados a entrar no sistema e fornecer as informações sobre os estudantes e sobre a unidade de ensino.

Até 30 de agosto, o Inep enviará os dados preliminares ao Ministério da Educação (MEC) para publicação no Diário Oficial da União. Após a divulgação, gestores estaduais e municipais têm prazo de 30 dias para solicitar correções no Educacenso. Após as modificações, o Inep enviará os dados finais resultantes das correções e verificações do censo ao Ministério da Educação, até 29 de novembro, para publicação final no Diário Oficial da União.

A segunda etapa do censo, quando serão coletadas informações mais detalhadas sobre os estudantes, acontece a partir de 3 de fevereiro de 2014. O prazo para fornecer essas informações termina em 20 de março de 2014. Os relatórios com as informações sobre a “situação do aluno” de cada escola serão enviados para os gestores municipais e estaduais.

Em cooperação com os órgãos municipais de educação e a Secretaria de Educação do Distrito Federal, a secretaria estadual de educação será responsável pelo cumprimento dos prazos estipulados e pela divulgação dos resultados.

PALAVRAS-CHAVE: educação

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.