NE10
Pernambuco - 21.04.14 - Atualizado às 01h51

Pernambuco // Zona Sul

Novo arrastão deixa Boa Viagem em pânico

Publicado em 24.05.2010, às 00h10

Diogo Menezes Do Jornal do Commercio
Durante a ação vinte e um jovens acabaram apreendidos
Durante a ação vinte e um jovens acabaram apreendidos
Foto: Heudes Regis/JC Imagem

Cada vez mais comum, adolescentes promoveram arrastão, brigaram entre si e provocaram pânico, no fim da tarde e início da noite de domingo, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. O principal lugar escolhido para as arruaças foi o entorno da Pracinha de Boa Viagem, um dos principais pontos turísticos da capital. Alguns carros foram danificados por pedradas e cerca de 30 jovens acabaram apreendidos por policiais militares do 19º BPM. Todos foram encaminhados à Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA), onde prestaram depoimento, foram cadastrados e, em seguida, seriam levados para casa pela polícia. “Não queremos apenas liberá-los. É necessário levá-los em casa e mostrar aos pais o que seus filhos estão fazendo”, afirmou o capitão José Pires, comandante da Companhia de Boa Viagem.

A cena que aconteceu é a mesma ocorrida no domingo passado, também com arrastões, brigas e pânico da população. “Os adolescentes marcam encontros pela internet. Entram em sites de relacionamento para agendar brigas de galera. Chegam de bairros com Jardim Jordão, Piedade, Ibura e Jordão para brigar na orla e espalhar o medo através de arrastões e agressões mútuas”, explicou Pires.

As confusões de ontem começaram por volta das 17h. “Eles passam o dia inteiro na praia e deixam para brigar no fim da tarde, quando a praça está lotada. Aproveitam o desespero das pessoas para roubar”, completou Pires. Ele informou que uma mulher o procurou para dizer que tinha sido roubada por oito adolescentes quando estava na parada de ônibus. “Eles viram que ela estava sozinha no ponto e roubaram. Mas conseguimos localizá-los e recuperar o celular e a bolsa da mulher.”

Outra vítima do vandalismo foi o guia turístico Júlio Araújo, 40 anos. Ele teve o vidro da van que dirige estilhaçado por uma pedra, jogada durante a briga. “Estava com 14 turistas do Sul do Brasil. Parei para que eles descessem na pracinha. Enquanto desciam houve uma chuva de pedras em nossa direção. Infelizmente, essa é a imagem que passamos para os turistas que visitam o Recife.”

Comerciantes da área afirmaram que a cena tem se tornado comum na Pracinha de Boa Viagem. “Todos os domingos, no fim da tarde e início da noite, muitas famílias e turistas vão para a pracinha. Mas o lugar tem virado uma praça de guerra, com pedras e bombas caseiras voando para todos os lados. Como o povo entra em pânico e começa a correr, eles aproveitam para roubar tudo o que encontram pela frente, sejam pertences dos visitantes ou mercadoria dos vendedores”, contou Marcos Vinícius da Silva, 23, que há 1 ano vende sombrinhas no local.

Compartilhe essa notícia

DELICIOUS DIGG NEWSVINE STUMBLE WINDOWS LIVE GOOGLE FACEBOOK MYSPACE TWITTER
Comente esta matéria
validador 

Cadastre-se! Esqueceu a senha? O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O JC ONLINE reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. Para participar, é preciso ser cadastrado no Portal.
De: TMaria- 25/05/2010 09:03

Oh, Vergonha!!! Lamentável...

De: inocentes- 24/05/2010 15:07

Deixem essas inocentes crianças se divertirem em paz... Elas não sabem o que fazem... Aos 16 anos, podem eleger o presidente da Republica, mas não têm condições de assumir seus atos...

De: toinho- 24/05/2010 14:37

conheço om policial militar que trabalhou no 6.bpm entre 83 a 89 e esses marginais mirins já existia na época a polícia agia com rigor usava a força necessária hoje em dia Depois da criação do ( ECA )que é uma nojeira esses marginais adolecentes deitam e rolam e ainda fazem graças que são apreendidos não podem levar uns bons tapas por cima da cara para sentirem o poder da lei.

Publicidade



ranking

  1. Nenhuma notícia lida até o momento

especial

O largo, o povo e a bola

O largo, o povo e a bola

A saga de paixão do Santa Cruz faz 100 anos em 3 de fevereiro de 2014

Sistema Jornal do Commercio de Comunicação
© Copyright © 1997-2014, SJCC - Sistema Jornal do Commercio de Comunicação - Recife - PE - Brasil
Grupo JCPM