NE10
Recife - 24.04.14

Pernambuco // Repercurssão

Internautas buscam ajudar crianças albinas

Publicado em 30.08.2009, às 00h46

Do JC Online
Irmãos albinos moram em comunidade pobre de Olinda. Veja o slideshow
Irmãos albinos moram em comunidade pobre de Olinda. Veja o slideshow
Foto: Alexandre Severo/JC Imagem

O JC Online tem recebido inúmeros e-mails e comentários solicitando uma forma de viabalizar ajuda aos irmãos albinos residentes na comunidade V-9, em Olinda. Uma ação junto a esses leitores e internautas será realizada pelo Sistema Jornal do Commercio de Comunicação a partir desta segunda-feira (31).

As doações serão recebidas nas portarias da Rua de Lima (TV Jornal) e Rua da Fundição (Jornal do Commercio), bairro de Santo Amaro, Recife (veja endereço abaixo). Não serão aceitas doações em dinheiro e o JC ficará responsável pela distribuição à família.

Para outras informações, os interessados podem entrar em contato com a diretoria de Redação do Jornal do Commercio através do e-mail falecomojc@gmail.com.

Aqueles que enviaram mensagem serão contactados. Os internautas que também já contactaram o JC Online por meio do serviço de Fale Conosco e comentários também serão acionados.

O drama da família - que não tem como proteger os filhos albinos devido à falta de condições financeiras para comprar, entre outros itens, protetor solar - foi relatado na reportagem À flor da pele, do repórter João Valadares, veiculada na edição deste domingo do Jornal do Commercio e reproduzida no canal Cotidiano do JC Online (onde ganhou um slideshow com mais de 20 fotos do repórter fotográfico Alexandre Severo, da JC Imagem, e design de Sidclei Sobral).

Serviço

Jornal do Commercio: Rua da Fundição, 257 - Santo Amaro - Recife - PE
CEP 50.040.100
TV Jornal: Rua Capitão Lima, 250 - Santo Amaro - Recife - PE
CEP 50-040-080

Compartilhe essa notícia

DELICIOUS DIGG NEWSVINE STUMBLE WINDOWS LIVE GOOGLE FACEBOOK MYSPACE TWITTER
Comente esta matéria
validador 

Cadastre-se! Esqueceu a senha? O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O JC ONLINE reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. Para participar, é preciso ser cadastrado no Portal.
De: Verônica- 31/08/2009 20:46

Sem dúvida é uma causa nobre e merece ajuda da populaçao. A foto está belíssima e mostra a inocência dessas crianças que mesmo diante das dificuldades ainda encontram motivos para sorrir. Parabéns,essa foto vai longe.

De: ana carolina- 31/08/2009 19:02

Sou assinante do JC há vários anos e nunca tinha visto fotograficas tão linda. Parabéns Alexandre Severo. Aguardemos os prêmios.

De: Sandra- 30/08/2009 20:56

Em pleno século XXI, ainda, nos deparamos com situações desse tipo, ou seja, crianças que por causa da sua situação social, problema maior do que o genético, não conseguem ter um mínimo de infancia. Realmente, eu fiquei sensibilizada com a situação, mas devemos também perguntar onde estão os órgãos competentes? Num caso desse, a sociedade civil deve ajudar, porém o Estado deve fazer o seu papel, ou seja, garantir uma condição mínima de saúde, para que essas crianças tenham uma vida mais humana.

Publicidade

ranking

  1. Nenhuma notícia lida até o momento


especial

O largo, o povo e a bola

O largo, o povo e a bola

A saga de paixão do Santa Cruz faz 100 anos em 3 de fevereiro de 2014

Sistema Jornal do Commercio de Comunicação
© Copyright © 1997-2014, SJCC - Sistema Jornal do Commercio de Comunicação - Recife - PE - Brasil
Grupo JCPM