NE10
Pernambuco - 24.04.14 - Atualizado às 15h38

Nacional // Desabamentos

Prefeitura do Rio vai contratar empresa para separar pertences em escombros de prédios

Publicado em 01.02.2012, às 11h17


A prefeitura do Rio de Janeiro informou que vai contratar uma empresa para separar, dos escombros dos três prédios que desmoronaram no centro do Rio, pertences de pessoas que trabalhavam nesses edifícios. Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, o trabalho de separação do entulho só será iniciado depois de os bombeiros encerrarem as buscas por desaparecidos.

Os entulhos estão sendo mantidos no depósito da empresa municipal de limpeza do Rio (a Companhia Municipal de Limpeza Urbana, Comlurb), localizado na Rodovia Rio-Petrópolis. A Associação de Vítimas da 13 de Maio (avenida onde ficavam os prédios que desabaram, no centro do Rio) mantém desde essa terça-feira (31) um representante no local.

Segundo a advogada Simone Argolo, que trabalhava no Edifício Liberdade, o maior deles, está preocupada com a demora na recuperação de pertences como discos rígidos de computadores. “O material está se deteriorando. As pessoas estão desesperadas atrás de HDs [discos rígidos de computadores], de documentos. Ainda é possível encontrar alguma coisa. Mas esse material está exposto ao tempo, às chuvas”, disse a advogada.

Os bombeiros ainda buscam cinco corpos que podem ter sido levados, equivocadamente, ao depósito da Comlurb, junto com os entulhos. Até essa terça, dez pedaços de corpos haviam sido encontrados nos destroços pelas equipes de busca.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe essa notícia

DIGG NEWSVINE STUMBLE WINDOWS LIVE GOOGLE FACEBOOK MYSPACE
Comente esta matéria
validador 

Cadastre-se! Esqueceu a senha? O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. Para participar, é preciso ser cadastrado no Portal.

Publicidade



ranking

especial

Derrepente virtual

Derrepente virtual

Produzido por concluintes do curso de Jornalismo da Católica, especial mostra como a literatura de cordel sobrevive na era virtual.

Sistema Jornal do Commercio de Comunicação
© Copyright © 1997-2014, SJCC - Sistema Jornal do Commercio de Comunicação - Recife - PE - Brasil
Grupo JCPM