NE10
Pernambuco - 24.04.14 - Atualizado às 04h45

Grande Recife // polícia

Homem morto com vários tiros em terreiro de candomblé, na Iputinga

Publicado em 23.07.2012, às 08h02


62ae1419c008b17533767738073f4725.jpg
O corpo da vítima, Emerson Almeida Nogueira de Souza, 39 anos, com várias perfurações de tiros de pistola 380, foi recolhido pelo IML na noite desse domingo
Foto: Priscilla Buhr/JC Imagem

Do NE10 Com informações do JC Online

Ao conhecer um terreito de candomblé que fica na Rua Engenheiro Agrônomo Moacir Parnaíba, na Iputinga, Zona Oeste do Recife, Emerson Almeida Nogueira de Souza, 39 anos, foi assassinado com mais de 10 tiros, na noite desse domingo (22).

Apesar de a motivação do crime ainda ser desconhecida, a esposa da vítima, que não quis se identificar, e um babalorixá afirmam que nada tem a ver com a religião.

Terreiros pernambucanos sofreram atentados depois do assassinato do menino Flanio da Silva Macêdo, 9 anos, encontrado com a cabeça decepada e sinais de violência sexual na zona rural de Brejo da Madre de Deus, no Agreste. Segundo os acusados, o garoto foi morto em ritual de magia negra.

LEIA MAIS
» Líderes de religiões afro cobram medidas contra a intolerância religiosa


Emerson Almeida Nogueira de Souza foi morto com tiros de pistola 380 à queima-roupa. De acordo com a polícia, ele respondia processo na Justiça por formação de quadrilha.

O crime será investigado pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML), na área central do Recife.

Compartilhe essa notícia

DIGG NEWSVINE STUMBLE WINDOWS LIVE GOOGLE FACEBOOK MYSPACE
Comente esta matéria
validador 

Cadastre-se! Esqueceu a senha? O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. Para participar, é preciso ser cadastrado no Portal.
De: Negrorro- 23/07/2012 14:27

Já houve época em que os terreiros eram marginalizados e os 'preconceituosos de plantão' querem resuscitar essa prática reprovável. Quaisquer preconceitos são reprováveis porque pessoas preconceituosas não servem para a viver em sociedade.

Publicidade



ranking

  1. Nenhuma notícia lida até o momento

especial

O largo, o povo e a bola

O largo, o povo e a bola

A saga de paixão do Santa Cruz faz 100 anos em 3 de fevereiro de 2014

Sistema Jornal do Commercio de Comunicação
© Copyright © 1997-2014, SJCC - Sistema Jornal do Commercio de Comunicação - Recife - PE - Brasil
Grupo JCPM