NE10
Pernambuco - 21.04.14 - Atualizado às 07h06

Grande Recife // Paralisação

Apesar da greve, metrô continua funcionando em horários de maior movimento

Publicado em 15.05.2012, às 07h29


67fc823e240e73107cd5780e1ba73f6c.jpg
A greve dos metroviários foi decretada em assembleia realizada na noite dessa segunda (14)
Foto: Clemilson Campos/JC Imagem

Do NE10 ATUALIZADA ÀS 07H35

Os metroviários pernambucanos decretaram greve por tempo indeterminado em assembleia realizada na noite dessa segunda-feira (14), na Estação Central do Recife, no bairro de São José, na área central da capital. Mesmo assim, os trens funcionam na manhã desta terça-feira (15). É que os maquinistas continuam trabalhando nos horários de pico.

Dessa forma, os passageiros ainda podem contar com o metrô das 5h às 9h e das 16h às 20h, segundo o Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindmetro). No restante do dia, as portas devem ficar fechadas. Ainda de acordo com o sindicato, apenas os responsáveis pelo funcionamento dos trens, como os maquinistas, irão trabalhar nesses horários.

No entanto, a decisão dos funcionários do metrô contraria a determinação do presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região, desembargador André Genn: 50% dos serviços nos horários de maior movimento (das 5h às 8h e das 17h às 20h) devem ser mantidos. Para os outros horários, a obrigação é de 30% de funcionamento. Como a determinação pode não ser cumprida, o sindicato ainda deve receber uma multa diária de R$ 5 mil.

http://www2.uol.com.br/JC/onibus-lotado-rf-470.jpg
Ônibus também lotados (Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem)

A reivindicação é, principalmente, por um reajuste salarial de 5,13% referente à reposição da inflação deste ano. Também estão na pauta plano de saúde nacional, gratificação proporcional ao número de passageiros transportados, adicional noturno de 50% (atualmente é 20%) e melhorias nas condições de trabalho.

A paralisação acontece em outras cidades, como Maceió e Belo Horizonte. Para todas elas, as negociações acontecem entre os metroviários e a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), que é ligada ao Ministério das Cidades.

Compartilhe essa notícia

DIGG NEWSVINE STUMBLE WINDOWS LIVE GOOGLE FACEBOOK MYSPACE
Comente esta matéria
validador 

Cadastre-se! Esqueceu a senha? O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. Para participar, é preciso ser cadastrado no Portal.
De: Metroviário- 15/05/2012 12:04

O Cumprimento da determinação judicial acarretará mais prejuízos aos usuários do metrô, que o esquema que está ai posto. 30% da frota rodando em horário de vale, equivale a 8 trens (a frota e de 25) rodando, nas linha sul e centro (o normal e rodarem 13), ou seja, intervalos mínimos de uns 20 minutos de um trem p/ o outro, isso sem contar com qualquer eventual problema. Assim, essa decisão só poderia vir de uma pessoa que não usa o metrô, se usa-se saberia o problema que é ter de espera 20 minutos por um trem.

Publicidade



ranking

  1. Nenhuma notícia lida até o momento

especial

O largo, o povo e a bola

O largo, o povo e a bola

A saga de paixão do Santa Cruz faz 100 anos em 3 de fevereiro de 2014

Sistema Jornal do Commercio de Comunicação
© Copyright © 1997-2014, SJCC - Sistema Jornal do Commercio de Comunicação - Recife - PE - Brasil
Grupo JCPM