NE10
Pernambuco - 20.04.14 - Atualizado às 00h31

Ciência & vida // curiosidade

Clarão no céu continua intrigando pernambucanos e alagoanos

Publicado em 23.09.2012, às 18h03


97c0613e8603117e8c9630eaba398840.jpg
Registro supostamente feito por internautas circulou nas redes sociais. Porém, uma foto igual foi tirada de um meteoro que caiu no México em maio
Foto: Reprodução/Facebook
Do NE10

Ilusão de ótica, fragmentos de meteoros ou luzes de satélites. Essas são apenas três entre as várias explicações possíveis para o clarão visto na noite desse sábado (22) em vários municípios de Pernambuco e Alagoas.

Pouco depois de rasgar o céu nos dois estados, por volta das 19h30, o objeto já era considerado por muitos no Facebook um meteorito. Alguns internautas até contaram ter visto a queda do objeto de perto.

A família do estudante pernambucano Guilherme Barros estava tomando banho de piscina no Cabanga, na Zona Sul, quando o primo de 1 ano, João Koury, apontou para o céu. Os parentes olharam e avistaram uma bola de luz esverdeada, segundo Guilherme. "Pensamos que eram fogos (de artifício). Era uma luz caindo, como se fosse um objeto muito leve", conta. O estudante não conseguiu distinguir a forma do suposto meteorito que caía ao sul. "Só dava para ver a luz. E que era muito grande", diz.

LEIA MAIS
» "Clarão" visto no céu de Alagoas e Pernambuco intriga população
»
Recifenses veem objeto voador não identificado

Apesar da polêmica nas redes sociais sobre o "meteorito", o astrônomo Antônio Carlos Miranda não acredita que o objeto foi um asteroide. "Há várias agências vigiando o céu e nenhuma delas registrou o fato", explica. Miranda alerta, entretanto, que ainda fará pesquisas sobre o episódio. As principais agências brasileiras a que se refere são o Observatório Nacional, Instituto de Astronomia e Geociências da Universidade de São Paulo (IAG-USP) e o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Entre as internacionais, está a Nasa.

Para ele, o clarão visto pode ter sido até uma ilusão provocada pelas nuvens. "Há algumas muito finas que não podem ser vistas. Quando se posicionam na frente de algum astro que esteja brilhando, podem refletir a luz", esclarece.

O astrônomo atribui o clarão que deixou pernambucanos e alagoanos curiosos também a luzes emitidas por satélites de observação espacial ou a fenômenos relacionados à chuva. "Se tivesse sido visto durante o dia, poderia ser ainda uma descarga elétrica provocada pela colisão entre nuvens", acrescenta.

O diretor do Espaço Ciência, Antônio Carlos Pavão, disse ainda que, se a queda foi vista, o objeto pode ter sido algum fragmento de satélites artificiais, que, com o atrito ao entrar na atmosfera podem ter provocado o fenômeno.

Mesmo com tantas hipóteses, ainda não foi comprovado que o clarão não se tratou da queda de um meteoro. Se sim, várias pessoas podem ter visto a queda tanto no litoral alagoano quanto na Região Metropolitana do Recife. "Quando um meteoro cai, se fragmenta e pode se espalhar por vários lugares dentro de uma mesma região", afirma Pavão.

EXPOSIÇÃO - O Espaço Ciência tem alguns meteoros expostos. Um deles está no Complexo de Salgadinho, que é aberto a visitação das 8h às 12h e das 13h às 17h durante a semana. Nos finais de semana, o horário de funcionamento é das 13h30 às 17h. Os outros estão no Observatório Astronômico da Sé, que fica aberto ao público das 16h às 20h, com exceção das segundas-feiras. Segundo Pavão, as exposições trazem explicações sobre esses fenômenos.

Compartilhe essa notícia

DIGG NEWSVINE STUMBLE WINDOWS LIVE GOOGLE FACEBOOK MYSPACE
Comente esta matéria
validador 

Cadastre-se! Esqueceu a senha? O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. Para participar, é preciso ser cadastrado no Portal.
De: meteoro- 26/09/2012 11:27

eu concordo com o astronomo Antonio Carlos Miranda desde criança que sempre q posso observo o espaço e tive a sorte de ver este asteroide e mostra pra meus amigos, foi muito lindo foi sabado as 19:23 e ñ durou mais q 6 segundos obs, muita gente foi previligiada que estava no observatorio de olinda

De: adilsonpaes- 25/09/2012 21:25

presenciei no municipio de vitoria de santo antão onde estava no sabado sentado no terraço da casa as luzes da casa estavam apagadas na parte de fora da casa, de repente apareceu um clarão vindo da parte de trz da casapassando a pouca distancia das arvores caindo logo em seguida no sitio vizinho

De: Olídia Queiroz- 24/09/2012 20:56

Eu estava em minha casa de praia, em Maracaípe-PE no município de Ipojuca, quando vi esse fenômeno inexplicável. Eu estava sentada olhando para um pé de manga, localizado na parte detrás da minha casa, quando vi uma bola de fogo enorme que caiu sobre ela, demorou alguns segundos, mexendo as folhas, e em diagonal, saiu do pé de manga. Realmente não sei que fenômeno é esse, a única coisa que posso dizer é que fiquei com muito medo, porque caiu ha alguns metros de mim. Espero que meu depoimento ajude. Obrigada!

ranking

  1. Nenhuma notícia lida até o momento

especial

Derrepente virtual

Derrepente virtual

Produzido por concluintes do curso de Jornalismo da Católica, especial mostra como a literatura de cordel sobrevive na era virtual.

Sistema Jornal do Commercio de Comunicação
© Copyright © 1997-2014, SJCC - Sistema Jornal do Commercio de Comunicação - Recife - PE - Brasil
Grupo JCPM