prêmio

Carnaval de Salvador: as melhores músicas dos últimos 20 anos

Publicado em 15/02/2012, às 16h29 | Atualizado em 22/07/2014, às 10h25

Gustavo MaiaDo NE10/Bahia

A cada ano, o Carnaval de Salvador é invadido por uma enxurrada de novas músicas. Os ritmos, dos mais variados: axé music, pagode, samba-reggae, afoxé, e até o novíssimo 'Black Semba', que estourou na cidade em 2011. Objetivo, um só: conquistar o folião que chega ou permanece na capital baiana, louco para 'tirar o pé do chão'. Mas no meio da profusão de canções feitas para animar a multidão, sempre há uma que destaca das outras. Que cai na boca do povo e se torna o grande hit-chiclete do Carnaval. E acaba sendo replicada à exaustão por quem comanda os trios elétricos que desfilam na capital baiana.

Desde 1992, as músicas que alcançam esse status são premiadas com o Troféu Dodô e Osmar, a partir de aferição do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) durante os dias de folia. O prêmio é promovido pelo grupo de comunicação A Tarde, que tem sede em Salvador. Em todos esses anos, algumas bandas e cantores que ganharam a premiação se destacaram e se afirmaram como grandes nomes da música baiana.

Ao analisar a lista, no entanto, é curioso perceber que nenhum intérprete conseguiu conquistar o prêmio de melhor canção mais de duas vezes. Alcançaram esta marca as bandas Chiclete com Banana (com 'Cabelo Raspadinho', em 2000 e 'Diga que valeu', em 2002), Asa de Águia ('Dança do Vampiro', em 1999, e 'Quebra aê'), Olodum ('Berimbau', em 1993, e 'Requebra', em 1994) e Timbalada ('Margarida perfumada', em 1996, e 'A latinha', em 1998); e as cantoras Ivete Sangalo ('Festa', em 2002, e 'Cadê Dalila', em 2009) e Daniela Mercury ('Rapunzel', em 1997, e 'Maimbê Dandá', em 2004).

CARLINHOS - Na disputa entre os compositores, no entanto, não há páreo para o multi-instrumentista e cantor Carlinhos Brown, dono de seis das 21 músicas premiadas desde 1992 - isso porque em 2002 houve empate técnico entre duas canções. Ele ganhou pela primeira vez em 1996, com a música 'Margarida Perfumada', interpretada pela Timbalada, e composta em parceria com Cícero Menezes.

Nos dois anos seguintes, juntamente com Alain Tavares, compôs as ganhadoras 'Rapunzel' e 'A latinha', interpretadas por Daniela Mercury e pela Timbalada, respectivamente. A dupla voltaria a ganhar em 2009, com 'Cadê Dalila', cantada por Ivete Sangalo. Sozinho, ele fez 'Dandalunda', sucesso de 2003 na voz de Margareth Menezes. Em 2004, a vencedora foi 'Maimbê Dandá', dele e de Mateus, e interpretada por Daniela Mercury.

PRÊMIO - Nessas duas décadas, o Troféu Dodô & Osmar premiou artistas e blocos em mais de dez categorias, entre elas Melhor Instrumentista, Melhor Projeto Visual de Trio, Melhor Cantor/Cantora, Melhor Bloco Afro, Melhor Produção do Artista, Melhor Puxador de Bloco e Melhor Música (Hit do Carnaval), que permanecem desde as primeiras edições.

Nos últimos anos, novas categorias foram incorporadas, como Melhor Banda de Pagode, em 2003, e Camarote Mais Bonito/Mais Animado, em 2007. Houve também uma substituição, esta bastante simbólica: a Melhor 'Mortalha', que deu lugar ao Abadá Mais Bonito.

2012 - Para este ano, não faltam candidatas ao prémio de melhor canção. Ivete Sangalo vai tentar emplacar sua 'Qui belê', cujo refrão repete o título diversas vezes, acompanhada de 'te beijar' e 'te amar'. Já a 'rival' Cláudia Leitte, está investindo na sua 'Dia da Farra e do Beijo'. A Banda Eva de Saulo Fernandes pretende conquistar o folião com 'Circulô', do cantor e compositor Magary Lord, que também é um dos fortes candidatos a ter a música do Carnaval com 'Joelho' ou 'Inventando Moda'. Não é loucura, no entanto, projetar a onipresente 'Ai, se eu te pego', sucesso de Michel Teló, como a ganhadora de 2012. Versões carnavalescas não vão faltar.

Confira a lista das músicas ganhadoras desde 1992:

1992: Baianidade Nagô (Interpretada por: Banda Mel / Autor: Evany)

REFRÃO:
Eu vou, atrás do trio elétrico, vou
Dançar ao negro toque do agogô
Curtindo minha baianidade nagô
Eu queria que essa fentasia fosse eterna
Quem sabe um dia a paz vence a guerra
E viver será só festejar

1993: Berimbau (Interpretada por: Olodum / Autores: Marquinhos, Pierre Onassis e Germano Meneguel)
1994: Requebra (Interpretada por: Olodum / Autores: Nego, Pierre Onassis)
1995: Ara Ketu é Bom Demais (Interpretada por: Ara Ketu / Autoria: Dinha)
1996: Margarida Perfumada (Interpretada por: Timbalada / Autores: Cícero Menezes e Carlinhos Brown)
1997: Rapunzel (Interpretada por: Daniela Mercury / Autores: Alain Tavares e Carlinhos Brown)
1998: A Latinha (Interpretada por: Timbalada / Autores: Alain Tavares e Carlinhos Brown)
1999: Dança do Vampiro (Interpretada por: Asa de Águia / Autor: Durval Lelys)
2000: Cabelo Raspadinho (Interpretada por: Chiclete com Banana / Autoria: Tenison Del Rey e Edu Casanova)
2001: Bate Lata (Interpretada por: Banda Beijo / Autoria: Gal Sales, Ivan Brasil e Fábio Nolasco)
2002: Empate técnico entre as canções 'Festa' (Interpretada por: Ivete Sangalo / Autoria: Anderson Cunha) e 'Diga Que Valeu'(Interpretada por: Chiclete com Banana / Autoria: Fredson)
2003: Dandalunda (Interpretada por: Margareth Menezes / Autoria: Carlinhos Brown)
2004: Maimbê Dandá (Interpretada por: Daniela Mercury / Autoria: Carlinhos Brown / Mateus)
2005: Coração (Interpretada por: Rapazolla / Autoria: Dorgival Dantas)
2006: Café com Pão (Interpretada por: Vixi Mainha / Autoria: Jauperi)
2007: Quebra aê (Intepretada por: Asa de Águia / Autor: Durval Lelys)
2008: Mulher Brasileira (Toda Boa) (Interpretada por: Psirico)
2009: Cadê Dalila (Interpretada por: Ivete Sangalo / Autores: Carlinhos Brown e Alain Tavares)
2010: Rebolation (Interpretada por: Parangolé / Autores: Leo Santana e Nenel)

2011: Liga da Justiça (Interpretada por: Levanoiz /Autor: Marcio Victor)

Fonte: Troféu Dodô e Osmar / Grupo A Tarde

PALAVRAS-CHAVE: bahia carnaval salvador

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.